Home » Humor

Humor

Uma apresentação informal

Durante um tempo escrevi para o extinto 700km. Um dia me pediram uma auto-descrição. Bem, ei-la:

Sempre se achou a cara do Mel Gibson, embora seja o único a pensar assim. Tem um sério problema com mulheres: tem menos do que deseja. Também é ansioso, divertido, nervoso, irônico, sarcástico e particularmente irritante quando exposto à burocracia das universidades públicas ou privadas. Extremamente politicamente incorreto e irreverente, anarquista intelectual, tem um preconceito contra gente chata, embora seja economista. Gosta de escrever como se estivesse conversando, mas se vê bem encrencado quando tenta fazer o contrário. Esquizofrênico, tem 5 personalidades diferentes, sempre em conflito. Uma delas foi escolhida para escrever isto aqui, mas só depois de um acalorado debate. Tem um problema sério: algumas de suas boas idéias sempre lhe ocorrem em um brevíssimo instante de tempo e logo, logo se vão. Outras só vêem quando toma banho (o que torna Cláudio um assaz frequentador do chuveiro). Os amigos e inimigos sabem que, com ele, é ame-o ou deixe-o. E, claro, cuidado, quando Cláudio está calado, é porque as personalidades dele estão trabalhando…para fazer alguma piada sobre você!

Bastante informal para esta página, creio, mas nada há que se esconder.

Sim, esta apresentação foi literalmente “escavada” em alguns diretórios antigos, já perdidos no tempo.

Confira também as “Sabedorias Econômicas”

I – O rap do Equilíbrio Geral (revisto em 14.12.2006)
Eu, Carlos Alberto Resende Junior e Ronaldo Yamasaki

Todo mundo com sua dotação!
Vai começar a otimização! Cada modelo tem seu nexo,
é só lembrar que os caras são convexos! (zig-zig-zig)

Se total convexidade,
você não encontrar,
Basta como Arrow,
convexificar! (**) (zig-zig-zig)

Todas as cestas, posso comparar,
é a completeza a operar!

xRy, yRz,
com xRz , transitividade vai valer!

O relevante é o equilíbrio,
consumidores e firmas, todo mundo racional.
Achar o ótimo, sem arbítrio,
é o rap do Equilíbrio Geral! (zig-zig-zig)

Coro: Legal!

Àqueles preços, foi a escolhida!
As preferências, não mudam não!
Diz-se que foi…fracamente preferida
o que é necessário à otimização!

Se após o preço relativo mudar,
e indiretamente a ordenação prevalecer
e a consistência não se alterar,
o Axioma Forte vai valer!

Coro: Legal!

Para aumentar o seu bem-estar,
basta ir ao mercado barganhar!
Se você maximizar,
o Ótimo de Pareto vamos alcançar!

Coro: Legal!

Não existindo custo de transação,
do governo não necessito intervenção!
Basta contigo barganhar,
e vamos todos otimizar!

Rival aqui, exclusivo ali,
com que tipo de bem você quer modelar?

Coro: Para o bem privado, fico com o mercado!

A renda aumentou, o consumo também
Que legal! O bem deve ser normal!
Se a renda aumentou e o consumo caiu.
Que horror! O bem deve ser inferior!

Se tua estratégia, comigo mexe,
vou me preocupar com o equilíbrio de Nash!
Você otimiza, e eu também:
podemos ficar todos muito bem!

(*) Tem que incluir, risco e incerteza,
Com tudo junto, fica uma beleza,
Pode ser avesso, neutro ou amante,
O novo equilibrio, eh que eh o importante!

(*) Sem querer, apelar pra vaidade,
Nao pode faltar, a externalidade,
O problema passa a ser, precificar,
Algo que nao se pode, mensurar!

Essa estória, eu vou te contar,
deu um trabalho, você nem pode imaginar!
Mas Economia é legal,
quando você canta….
o rap do equilíbrio geral! (zig-zig-zig)

Coro: Legal!

Correções:

(*) Ronaldo colaborou aqui.

Meu grande mestre, prof. Antônio Aguirre, colaborou com correções e sugestões também (linha 16 e 4).

(**) Refiro-me, claro, à Arrow & Hahn, General Competitive Analysis, cap.7, Markets with non-convex preferences and production…

II – Dissertação

Baseado na música “Garçon” de Reginaldo Rossi. Obviamente, cantar com a maravilhosa melodia dessa grande música!

Oh não! Aqui neste quarto a suar,
Eu já cansei de pensar em correções sob este calor…
Mas não! Em micro, todo mundo é igual…
o meu é mais um, é normal…um simples consumidor…

Faltam uns poucos dias pra eu terminar,
o orientador só faz me cobrar…
fez mil correções na dissertação!!!

E pra acabar o trabalho, só faço estudar,
vou ler tudo, até me cansar…
Se eu pegar no sono, não durmo não!!!

Oh não, de tanto ler, estou de ressaca,
Mas toda dissertação fica chata, cansativa e não dá emoção…

Mas não, mas eu, eu só quero acabar,
eu vou meu computador apagar,
então, só mais uma revisão…

Faltam uns poucos dias, pra eu terminar,
o orientador só faz me cobrar…
fez mil correções na dissertação!!!

E pra acabar o trabalho, só faço estudar,
vou ler tudo, até me cansar…
Se eu pegar no sono, … não durmo não!!!

eu não durmo não…

III – Say a little Nash (Shikida King)

Say a little Nash for you, Say a little Nash for you (a Nash for you)

The moment I wake up,
Before I go to my classroom,
I say a little Nash for you.
While studying on the Kreps now,
And wonder which equilibrium to reach now,
I say a little Nash for you.

Chorus:
Forward, and backward I want only you,
And I’ll reach you forward, and backward
We never will part,
Oh, how I’ll reach you!
Stable, unique, thats how it should be,
Without you, would only be a zero-break for me.

I run for the bus now
While riding I think of this game now
I say a little Nash for you.
At work I just take time,
and all thru my coffee break time,
I say a little Nash for you.

Chorus:

Forward, and backward I want only you,
And I’ll reach you forward, and backward
We never will part,
Oh, how I’ll reach you!
Stable, unique, thats how it should be,
Without you, would only be a zero-break for me.

Say a little Nash for you, Say a little Nash for you, (Nash for you)

My darling believe me,
For me there is not one,
But several, several mixed solution too,

Forward, and backward I want only you,
And I’ll reach you Forever and ever, we never will part
And I’ll reach you Stable, unique thats how it should be (without mixed)
Forward and backward, we never will part, and I’ll reach you
Stable, unique, thats how it should be, without you would be heart-break for me
Forward and backward, you’ll stay in my heart, and I’ll reach you
Stable, unique, thats how it should be, and I’ll reach you
Forward and backward, you’ll stay in my heart

Repeat and fade out.

IV – O Xote do Provão da Menina

Baseado na música “O Xote das Meninas”, de Zé Dantas e Luiz Gonzaga.

Mandacaru, quando flora na seca
É o semestre começando, seu João
Toda menina que não estuda, fique esperta
afinal, este ano já vai ter Provão
Novela à noite, não dá mais, sapato baixo
livro encapado, tá tudo já na mão
Ela só quer, só pensa em Estudar
Ela só quer, só pensa em Estudar

De manhã cedo já tá arrumada
Só vive estudando, nem vê Vídeo Cassetada
O pai fica feliz com a filha tão prendada
Não vadia nem reclama, não dorme, não quer nada
Ela só quer, só pensa em Estudar
Ela só quer, só pensa em Estudar

E então tá tudo em cima
A preguiça tá de lado
o ócio na latrina
Estudar nesta idade
é bom para a menina
Acaba com o tédio
assim diz a medicina
Ela só quer, só pensa em Estudar
Ela só quer, só pensa em Estudar

V – Final (Stochastic) Frontier

Baseado no tema do sitcom “Mad about you”

Tell me why
The random is the “u”
Tell me who
Max the likelihood as much as you
Tell me all your moments and I’ll
Tell you most of mine
They say economic isn’t perfect, well
That’s really true this time, ’cause
Economics don’t have the answers
And I don’t have a plan
All I have is you
So help me estimate
What we do.
“specification” is in my ear
Where we go,
Who knows what happens after here.
Let’s just take the estimation and
we could jump into the stochastic frontier.

VI – I Love you, cost curves
[14.12.2006]

Cheguei alegre e contente
na fundação joão pinheiro.
Era um sábio pedante,
eu me achava o primeiro.

Mas acabou a moleza,
conheci a Economia.
“Olha só que beleza,
vou estudar todo dia”.

No começo, resisti.
Gostava de verborragia.
Mas aos poucos, cedi
à bela economia.

Desci do meu pedestal.
Não sou mais autista.
Sim, penso no social,
mas como um cientista.

VII – Minha vida sobre a carteira
28.05.2007 (Baseado na foto abaixo)

Minha vida sobre a carteira
Quase tudo revela
Tudo o mais se torna besteira
Nem vejo mais a novela

Minha vida sobre a carteira
Quase tudo resolve
Esqueço-me da choradeira
Três vezes xis…dá nove.

Minha vida sobre a carteira
Quase tudo ilumina
Às vezes me dá tremedeira
Estudo, dou a volta por cima.

Minha vida sobre a carteira
Quase tudo me diz
Penso em minha carreira …
…e vou-me embora feliz.

VIII – Estimation (paródia de “Celebration”)

(17.05.2007)

Yahoo! This is your estimation
Yahoo! This is your estimation

estimate good times, come on! (Let’s estimate)
estimate good times, come on! (Let’s estimate)

There’s a party goin’ on right here
A estimation to last throughout the years
So bring your good times, and your laughter too
We gonna estimate your model with you

Come on now

estimation
Let’s all estimate and have a good time
estimation
We gonna estimate and have a good time

It’s time to come together
It’s up to you, what’s your pleasure

Everyone around the world
Come on!

Yahoo! It’s a estimation
Yahoo!

estimate good times, come on!
It’s a estimation
estimate good times, come on!
Let’s estimate

We’re gonna have a good time tonight
Let’s estimate, it’s all right
We’re gonna have a good time tonight
Let’s estimate, it’s all right

Baby…

We’re gonna have a good time tonight (Es-ti-ma-tion)
Let’s estimate, it’s all right
We’re gonna have a good time tonight (Es-ti-ma-tion)
Let’s estimate, it’s all right

Yahoo!
Yahoo!

estimate good times, come on! (Let’s estimate)
estimate good times, come on!
It’s a estimation!
estimate good times, come on! (Let’s estimate)

Come on and estimate, good times, tonight (estimate good times, come on!)
‘Cause Eviews will do it all right
Let’s estimate (estimate good times, come on)
(Let’s estimate)…

IX – Goiabinha, goiaba, goiabão: tenho que estudar sinalização

30.05.07

Parou o carro no sinal
Em pleno auge do verão
Eis nosso exemplo final
sobre a sinalização

O vendedor habitual
dela se aproximou.
“goiabas bem fresquinhas”?
sorrindo lhe perguntou.

Ao olhar para a caixinha
ela logo se encantou
Viu uma goiaba, vermelhinha
“Me dá cinco!”, disparou.

Ao chegar em casa
correu para a cozinha
Só conseguia pensar
naquela fruta…vermelhinha.

A primeira ela mordeu
com tanta satisfação
mas foi aí que percebeu
que tamanha enganação!

“Goiabinha, goiaba, goiabão”
furiosa ela gritou
“Tenho goiaba branca de montão!”
e a mesa esmurrou.

Esta história, meu irmão,
tem muito de engraçado.
E nos lembra que informação
é assimétrica no mercado.

X – Na Terra dos Sushis, vivem os Javalis Dourados

(25.06.2007)

Na terra dos sushis
vivem os javalis dourados
lá eles todos passeiam
em carros de nabos ralados

Na terra dos sushis
há árvores por todos os lados
e elas todas são feitas
com pepinos fatiados.

No mar de shoyu, os javalis
estão sempre surfando
em pranchas de sashimis
com seus calções havaianos

Cada casa de sushi
com wasabi é pintada
os jardins, de gengibre
e cenoura ralada

Na terra dos sushis
vivem os javalis dourados
lá eles todos passeiam
em carros de nabos ralados

XI – O cio do paper (17.10.2010)

Replicar o paper
Reestimar tudo que tem no paper
Tomar cuidado com a estimação
Isso dá um trabalhão

Estacionarizar as séries
Analisar todos correlogramas
Filtrar das séries o ruído branco
Fazer a previsão…

Calcular o ótimo
Conhecer suas restrições
Arrancar dos dados as suas soluções
E checar as condições.

XII – Prova de Micro (paródia de “Tropa de Elite”) – 01.03.2011

“Agora a micro vai pegar!”

Tô chegando aí bicho
Tô chegando e é de bicho
Pode parar com essa história
De dizer que tá difícil
Eu tô!
Que eu tô chegando
Tô chegando e é de bicho
Pode parar com a algazarra
Pode parando com isso…

Não dá bobeira não

É otimização
Livro do Varian é só conceito “pra” estudar

Não vem com ideia não
Quero otimização
Estude muito que hoje o bicho vai pegar

Chegou!…

Prova de Micro
Osso duro de roer
Pega um pega geral
Também vai pegar você…(4x)

Exercício aqui!
Teoria ali!!

Vamos estudar!
Tô estudando e vou passar
Fez diferente
Vai ser repetente
Sai da minha frente
Sai da minha frente meu irmão
Não!
Não vem com isso não
Tô chegando e é de ladrão
A Cobb-Douglas eu pego
Uso a restrição
Deixe tudo de lado
Calcule a inclinação…

Não dá bobeira não
Vai dar reprovação
Cê deu bobeira
Não tem história prá contar
Não vem com blá-blá não
Vai dar reprovação
Conversa muito que assim
O bicho vai pegar…

Tem dia que o aluno chora
Mas é porque não estuda
Você tenta sair fora
Mas a prova te puxa
Hoje pode ser meu dia
Pode até ser o seu
A diferença é que eu vou embora
Cada um faz o seu…

Prova de Micro
Osso duro de roer
Pega um pega geral
Também vai pegar você…(4x)

Muro de preguiça
Vou te derrubar
Estude o Varian
O pau vai quebrar

Prova de Micro
Osso duro de roer
Pega um pega geral
Também vai pegar você…(4x)

Não dá bobeira!

XIII – Equilíbrio íntimo – 2010

Ler o Mankiw de madrugada
Já li muito e estou cansado

Vem estudar que a hora é essa
Vê se entende a minha pressa
Quem mandou deixar de lado
a Economia, eu tô ferrado

Faz as contas
Faz de novo as contas
O que interessa pra nós é…

Achar a demanda agregada
E igualar à oferta agregada

Não arranque seus cabelos
Não adianta ficar vermelho
Tá ficando tarde eu não sei não
E as contas não batem.

Refaz as contas
Que no fim das contas
O que interessa pra nós é…

Achar a demanda agregada
E igualar com a oferta agregada

IX – Garotos da Economia – Tô de Saco Cheio de Lista de Exercícios! – 2016

(original – Garotos da Rua – Tô de Saco Cheio)

No mestrado continuam
Os mesmos problemas
Na graduação continuam
Me perturbando
No doutorado continuam
Me enchendo o saco

Listas na minha vida
Não dão folga o dia inteiro
Vão se acumulando
no banheiro

Não aguento
banho otimizado
Fico calculando
no chuveiro

No mestrado continuam
Os mesmos problemas
Na graduação continuam
Me perturbando
No doutorado continuam
Me enchendo o saco

Não deixam eu pesquisar
O esforço é alto
Doutores nem me deixam descansar
Ficam me cobrando
produção todo dia
Diploma virou seguro de vida

No mestrado continuam
Os mesmos problemas
Na graduação continuam
Me perturbando
No doutorado continuam
Me enchendo o saco

Só falam de instrumento
e omissão de variáveis
É viés, variância,
aquelas planilhas
Querem que eu saiba
Micro, Macroeconomia
Por que é que eu tenho que saber
Tanta econometria!

No mestrado continuam
Os mesmos problemas
Na graduação continuam
Me perturbando
No doutorado continuam
Me enchendo o saco

X- When I Heard the Learned Economist

A parody by Claudio D. Shikida , 1969. (2016/07/27)

When I heard the Ph.D. economist,

When the proofs, the equations, were arranged on the blackboard before me,

When it was shown me the supply and demand curves to play with,

and to solve,

When I sitting heard the economist where he lectured

with too much silence in the lecture-room,

How soon unaccountable I became happy and curious,

Till reaching the magic pair smoothly calculated by myself,

Using the very same old pen, and from note to note,

I found out where my equilibrium was.

From the original:

When I Heard the Learned Astronomer

Walt Whitman, 1819 – 1892

When I heard the learn’d astronomer,

When the proofs, the figures, were ranged in columns before me,

When I was shown the charts and diagrams, to add, divide,

and measure them,

When I sitting heard the astronomer where he lectured with

much applause in the lecture-room,

How soon unaccountable I became tired and sick,

Till rising and gliding out I wander’d off by myself,

In the mystical moist night-air, and from time to time,

Look’d up in perfect silence at the stars.

XI – Nobel Economist’ Supply and Demand (2016/07/28)

2016-07-28-12-53-17

Baseado em The Windy Planet, de Annie Dillard (aqui).

Importante: sobre todo o conteúdo destas páginas:

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-SemDerivações-SemDerivados 2.5 Brasil


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s